Data-base 2018: Governo e Superintendência se omitem. Sinteps cobra negociação e agenda atividade naAlesp em 12/6

Apesar de todas as cobranças feitas pelo Sindicato, ainda não foi agendada reunião com o governador Márcio França para discussão das reivindicações da nossa data-base deste ano.


No dia 12/6, terça-feira, o Conselho Diretor do Sinteps (Diretores de Base, Regionais e da Executiva) estarão na Assembleia Legislativa durante toda a tarde. O objetivo é conversar com os deputados, expor-lhes nossas reivindicações e pedir que atuem no sentido do agendamento da reunião com o governador e no atendimento da nossa pauta.


Considerando estarmos em ano eleitoral, o Sinteps avalia que o momento é propício para forçarmos a negociação das reivindicações da nossa data-base 2018. Queremos reunião com governador para reivindicar o atendimento imediato de duas medidas (que, conforme estudo do Sindicato, cabem perfeitamente no orçamento do Centro de 2018). São elas:


A extensão do reajuste de 7% ao pessoal Administrativo: Como se sabe, somente este segmento do Ceeteps recebeu reajuste de 3,5% em fevereiro/2018, ao passo que os demais (Docentes e Auxiliares de Docente) tiveram 7%.


A extensão do enquadramento por titulação para os Auxiliares de Docente e pessoal Administrativo (com função ou emprego permanente): Como se sabe, conforme previsto na nova carreira implantada em 2014, em julho de 2016 essa promoção especial foi concedida somente aos docentes. O Sindicato sempre reivindicou sua justa extensão aos demais.


O Sinteps também quer uma agenda de negociações para o restante da Pauta de Reivindicações de 2018, que tem um total de 25 tópicos, entre elas: reajuste salarial (recuperação das perdas salariais da categoria de acordo com a inflação oficial acumulada no período de março de 2013 a março de 2017, pelo índice do ICV-Dieese, equivalente a 32,63%); a implantação do Plano de Saúde Institucional, aprovado pela lei 1.240/14; a implantação do auxílio alimentação de R$ 850,00 para todos; licença maternidade de 180 dias para todas; entre outras.


A maior parte destas reivindicações está contemplada na proposta do Sinteps para a revisão da carreira em vigor, discutida e aprovada no último congresso da categoria, em que destacamos: retorno da política salarial do Cruesp; implantação do plano de saúde; jornada para os docentes; fim do interstício para a promoção por titulação; fim das avaliações de desempenho para a progressão; retorno da sexta-parte; entre outras.


Para contribuir nesta pressão, assine o abaixo-assinado eletrônico criado pelo Sindicato em:

 

https://secure.avaaz.org/po/petition/Superintendencia_do_Centro_Paula_Souza_e_governador_Marcio_Franca_Justica_com_os_trabalhadores_do_Centro_Paula_Souza_1/share/?new