20/6/2011

Nesta segunda-feira, 20 de junho, a comissão formada pelo Sinteps/Comando Central de Greve participou de uma reunião com a Superintendência do Centro Paula Souza, que contou com representantes das secretarias de Desenvolvimento e de Gestão. O objetivo foi informar as melhorias para os servidores administrativos do Ceeteps, conforme havia sido acordado durante a greve.

A superintendente, professora Laura Laganá, informou que haverá uma equivalência das carreiras existentes no Centro com as demais carreiras do funcionalismo paulista. O critério geral utilizado, segundo ela, foi analisar a situação de cada função após a aplicação do reajuste de 11%. Para as que permanecessem abaixo dos salários recebidos nas demais carreiras, haverá a equivalência.

Veja estes exemplos na tabela abaixo. Para ter o quadro completo, clique aqui: Tabela Salário Atual Tabela Salário proposto.

Cargo

Valor atual ($)

Novo valor anunciado ($)

AGENTE DE SEGURANÇA INTERNA

630,00

700,00

AGENTE DE TRANSPORTES

670,00

743,70

ANALISTA DE SUPORTE E SISTEMAS

2.500,00

2.775,00

ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO

1.241,00

1.700,00

ANALISTA TÉCNICO EDUCACIONAL

1.241,00

1.700,00

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

754,00

836,94

AUXILIAR DE SERVIÇO OPERACIONAL

630,00

700,00

ESPECIALISTA EM PLANEJAMENTO DE OBRAS

2.600,00

2.886,00

ESPECIALISTA EM PLANEJAMENTO E GESTÃO

2.023,00

2.700,00

ESPECIALISTA EM PLANEJAMENTO EDUCACIONAL

2.023,00

2.700,00

OFICIAL DE SERVIÇO OPERACIONAL

630,00

71000

OPERADOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS

630,00

710,00

TÉCNICO ADMINISTRATIVO

816,00

905,76

TÉCNICO ESPECIALIZADO

816,00

905,76

Em resumo, as mudanças correspondem a:

- Embora formalmente as melhorias estendam-se a 39,48% dos administrativos em emprego público permanente (celetistas, autárquicos e, inclusive, os aposentados), o que corresponde a 1.129 pessoas, a realidade não é bem assim. Na prática, os trabalhadores das referências 1, 2 e 3, que recebem hoje R$ 630,00 (com o abono complementar), passarão a receber R$ 700,00 na referência 1 e R$ 710,00 nas referências 2 e 3. Ou seja, receberão, na prática, pouco acima dos 11% de reajuste.

- Apenas 8,98% dos administrativos (257 pessoas) estão sendo beneficiados, de fato, com a equivalência.

- Todos os administrativos com três anos de efetivo exercício, a partir de 1º de maio de 2008, concorrerão à  progressão por mérito. Os que forem contemplados terão mais 5% sobre os novos salários, retroativamente a 1º de junho.

Reposição dos dias parados

Antes da reunião, o Sindicato e os membros do Comando Central de Greve haviam recebido a denúncia de que, em algumas unidades, os diretores estavam criando problemas para a reposição dos dias parados. Em alguns casos, a pressão é para que a reposição seja feita a toque de caixa, em poucos dias.

A comissão relatou o problema para a superintendente, professora Laura Laganá, e ela solicitou que lhes sejam passados os nomes destas unidades, pois ela conversaria diretamente com os diretores. Segundo ela, as orientações para a reposição são as seguintes:

- No caso do ensino técnico, o ideal é que termine no primeiro semestre. Lembrando que o recesso pode ser usado.

- No caso do ensino médio, não há objeções caso a reposição se estenda para além do recesso.

- No caso do ensino tecnológico, o ideal é que termine no primeiro semestre. Lembrando que o recesso pode ser usado.

- No caso dos administrativos, não há objeções caso a reposição se estenda para além do recesso.

- A prioridade, no caso dos docentes, é para que todas as aulas sejam repostas de forma efetiva.

Obs: Na maioria das unidades, a reposição vem sendo estabelecida de forma tranquila, entre grevistas e direção local.

Se houver qualquer problema em sua unidade, relativo à  reposição, entre em contato com o Sindicato imediatamente, pelo e-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Transporte de alunos durante período de férias

A pedido de algumas unidades, a comissão Sinteps/Comando Central de Greve solicitou providências do governo no sentido de garantir que os alunos possam comprar os passes escolares normalmente durante o período de férias em que houver reposição. Os representantes do governo e da Superintendência comprometeram-se a tomar as providências neste sentido.

Critérios de avaliação para a progressão

Os critérios foram discutidos e aprovados na reunião do Conselho Deliberativo do Centro Paula Souza, no dia 16/6. Como houve algumas modificações, a Superintendência comprometeu-se a divulgá-los até esta quarta-feira, 22/6.

Novo plano de carreira

Nesta terça-feira, 21/6, a partir das 15 horas, a comissão Sinteps/Comando Central de Greve volta a se reunir com a superintendência para a apresentação do primeiro esboço do novo plano de carreira.

Avaliação

Embora insuficientes, as conquistas que vieram após o início da greve (reajuste de 11%, uma progressão para as faixas iniciais das carreiras docente e auxiliar docente, a equivalência para uma parcela dos administrativos, a contratação de pessoal para os serviços de Medicina e Segurança do Trabalho, e a aceleração do processo de construção da nova carreira) são produto exclusivo da mobilização da categoria. Sem ela, como o governo havia dito inúmeras vezes este ano, não teríamos absolutamente nada, a não ser promessas vagas de uma nova carreira.

Como foi decidido pela categoria, se o conjunto das medidas implantadas até agosto não contemplar os trabalhadores do Centro Paula Souza, voltaremos à  greve.

Obs: todas as propostas salariais terão que ser encaminhadas pelo governo à  Assembleia Legislativa.