CDB indica: Carreira e salário no centro dacampanha salarial 2013

 1º/2/2013

 A direção do Sinteps realizou um conjunto de reuniões neste início de ano para dar o pontapé inicial na mobilização da categoria em 2013. No dia 31/1, uma reunião do Conselho de Diretores de Base (CDB), Diretoria Executiva e Diretores Regionais definiu vários indicativos à  categoria, tendo em vista a proximidade da data-base de 2013.

 

src=http://www.sinteps.org.br/news0446_clip_image002.jpg

 

A avaliação da direção do Sindicato é que a campanha deste ano deve ter como eixos centrais a carreira e o reajuste. A luta pela redemocratização das estruturas de poder do Centro Paula Souza também é apontada como ponto importante.

A nova carreira para os funcionários e professores, prometida pela direção do Centro e pelo governo durante a forte greve de 2011, é vista como eixo decisivo. Um bom projeto de carreira, que contemple tabelas salariais dignas, mecanismos permanentes de correção dos salários, a questão da jornada para os professores, o respeito à  lei do piso nacional, um perfil adequado para as funções, regras democráticas e justas para ascensão do trabalhador, entre outros, poderia solucionar boa parte dos problemas dos atuais profissionais do Centro e voltar a atrair os novos, destacou Silvia Elena de Lima, presidente do Sinteps, durante a reunião.

Durante todo o ano de 2012, o Sindicato promoveu discussões entre os trabalhadores e incentivou o envio de propostas sobre a carreira. Com tudo isso em mãos, a diretoria da entidade elaborou um projeto de carreira que será apresentado à  direção do Centro e a todas as instâncias do governo envolvidas.

No dia 20 de fevereiro, durante nova reunião do CDB, o projeto será amplamente divulgado, para que toda a categoria tenha conhecimento e se envolva na mobilização. Se conseguirmos envolver os trabalhadores em torno desse projeto, com uma real mobilização nas unidades, temos condições de pressionar o Ceeteps e o governo a discuti-lo conosco, completou Silvia.

Também na reunião do dia 20/2, será discutida e formatada a pauta completa de reivindicações da data-base 2013, contendo os índices de reposição salarial e melhorias nos benefícios que vamos pleitear, além dos demais itens relacionados à s condições de trabalho.

Democratização

Em 2012, o Sinteps impulsionou um conjunto de iniciativas para questionar a ausência de democracia nas estruturas de poder do Centro Paula Souza. O ano terminou, no entanto, com mais um golpe antidemocrático: a manutenção da professora Laura Laganá ao posto de superintendente, embora as regras a impedissem de ser reconduzida mais uma vez.

Assim como ocorreu nos quatro mandatos anteriores (dois de Marcos Antonio Monteiro e dois de Laura Laganá), a sucessão em 2012 foi definida a partir várias canetadas: o Conselho Deliberativo do Centro, composto por seis pessoas, estranhas ao Ceeteps em sua maior parte, elegeram o sucessor. O nome escolhido por estes iluminados foi enviado ao governador, para a canetada final.

Em 2013, a direção do Sinteps dará continuidade à  cobrança por regras democráticas e transparentes na escolha dos dirigentes do Centro - tanto na administração central quanto nas unidades -, bem como cobrará a ampliação do Conselho Deliberativo, nos moldes do que prevê a Resolução Unesp 63/95, uma vez que o Ceeteps é vinculado à quela Universidade.

Nunca é demais lembrar que já tivemos ares democráticos soprando na instituição. Em 1992, elegemos diretamente o professor Elias Horani, em 1992, à  superintendência. Isso mostra que é possível, se houver interesse da comunidade, democratizar o Ceeteps.

Podemos, sim, ter eleições para os dirigentes do Centro. Podemos, sim, ampliar a estrutura do seu Conselho Deliberativo e garantir a participação dos diversos segmentos da comunidade. Podemos, ainda, ter a implantação de novos Conselhos, também com a participação dos segmentos, para discussão administrativa, de ensino, de pesquisa e de extensão de serviços à  comunidade, objetivos diretos de uma instituição pública da educação profissional e tecnológica.

 

Outras iniciativas

Na reunião de 31/1, também foram aprovadas outras iniciativas para mobilizar a categoria em 2013, como o aprimoramento do site da entidade, a realização de encontros de aposentados, eventos culturais para envolver a categoria, ampliação das ações trabalhistas, campanha de filiação, início da preparação do Congresso do Sindicato (a ser realizado, possivelmente, entre 23 e 28/10/2013) entre outros. Tudo isso será detalhado na primeira edição do Sinteps Jornal de 2013, que vai circular após a reunião de 20/2. Fique atento!

 

Calendário permanente para o CDB

Outra medida aprovada na reunião de 31/1 foi a modificação dos mecanismos de eleição de Diretores de Base nas unidades, de forma a simplificar ao máximo o processo e estimular que mais trabalhadores se candidatem. A ideia é ter um calendário permanente de eleições de Diretores de Base e não somente duas vezes ao ano, como ocorre atualmente.

A introdução destas novas regras no estatuto só poderá ocorrer no Congresso da categoria, previsto para outubro, mas a movimentação em torno delas começa agora. Se não há Diretor de Base na sua unidade, pense na possibilidade de assumir esta tarefa. Escreva para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e manifeste seu interesse. Você verá que a experiência pode ser importante não só para a entidade e o conjunto da categoria, mas também pessoalmente, como novos aprendizados sobre seus direitos e o meio sindical.

 

Diretores Regionais são empossados

No final de 2012, foram eleitos os novos Diretores Regionais do Sinteps. De acordo com o estatuto da entidade, a votação é feita pelos Diretores de Base, o que aconteceu no dia 13 de dezembro. A posse foi feita na reunião do CDB de janeiro, realizada no dia 31.

Os Diretores Regionais têm papel importante na estrutura de organização do nosso Sindicato. Como a base é grande e estende-se por todo o estado, é impossível aos membros da Diretoria Executiva cobri-la integralmente. Por isso, uma parte dessa responsabilidade é dividida com os Diretores de Base (voltados à  organização em sua unidade) e com os Regionais (que fazem o trabalho na região).

 

Os eleitos:

- Adalberto Luiz de Oliveira (Regional Metropolitana)

- Terezinha de Jesus A. Gonçalves (Regional Vale do Paraíba)

- James Antônio Gomes Martins (Regional Sorocaba)

- Rubens Leão Cavalcanti (Regional de Presidente Prudente)

- Rafael dos Santos C. Macedo (Regional Campinas)