Fechamento de cursos, ataque à comunidade... Centro tenta passar a boiada em plena pandemia! Entre na mobilização, já!

A Superintendência do Centro Paula Souza parece ter se encantado com a conduta traiçoeira e nefasta de ministros e governadores, que vêm se aproveitado da pandemia de Covid-19 para tentar passar leis e iniciativas com profundos ataques aos serviços públicos e à sociedade.

Por meio de dois documentos – o Memorando Circular nº 006/2020-Cetec-Asca e o Memorando Circular nº 077/2020-Cetec – datados de 11/9/2020, a instituição “informa” a decisão de bloquear dezenas de cursos, temporária ou definitivamente, já no Vestibulinho 2021. As restritas possibilidades de recursos, por parte das unidades, têm prazo até 18/9 para serem feitas!

A conduta da direção do Centro, em sintonia com o governo estadual, é profundamente desrespeitosa com a comunidade das ETECs e FATECs. Impor mudanças drásticas como essa, que restringem o acesso à educação pública de qualidade para milhares de jovens e ameaçam os empregos de centenas de professores da instituição, em meio a uma pandemia gravíssima como a que estamos vivendo... é de uma falta de sensibilidade inominável! O pagamento do Bônus Resultado – que já era direito previsto e garantido – não ameniza o ataque, professora Laura!

Os memorandos citados simplesmente informam as unidades sobre os “critérios” para definir os cursos com BT1 (bloqueio temporário por um semestre) e BPI (bloqueio por tempo indeterminado). Trata-se de uma enorme lista que combina regras drásticas (como as demandas mínimas e os percentuais de evasão) para encobrir a real intenção de enxugar o Centro Paula Souza e deixá-lo ao gosto da iniciativa privada.

Os cursos de Ensino Médio serão todos fechados. Os de ETIM (Ensino Técnico Integrado ao Médio) também serão fechados e, em alguns poucos casos, poderão ser “trocados” por dois cursos MédioTec (cursos de carga horária reduzida e currículo enxuto, sem direito a merenda).

 

Desdobramentos da reforma do EM

Essa nova investida do Centro Paula Souza é parte da reforma do Ensino Médio, que vem sendo aplicada aos poucos desde 2017, quando foi transformada em lei, a partir de uma medida provisória enviada ao Congresso Nacional pelo governo de Michel Temer ainda em 2016.

Com a reforma, veio a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), enxugando conteúdos e criando os itinerários formativos. Com base nisso, a direção do Centro apressou-se a criar o NovoTec, depois adaptado para o MédioTec, cursos de apenas um período, pretensamente para substituir os reconhecidos ETIMs de tempo integral.

Desde o início da tramitação da reforma do EM,oSinteps se associou às entidades representativas de todo o país, buscando impedir que fosse aprovada. Muitas foram as lutas, que conseguiram retardar a aplicação da reforma, mas não impedi-la. Infelizmente, em meio a muita propagando enganosa na grande mídia, os trabalhadores e estudantes do Centro não aderiram à mobilização como seria necessário. O Sindicato propôs manifestações e greves em vários momentos, mas não houve adesão suficiente. No final de 2017, por exemplo, a entidade lançou a campanha “Acorda, trabalhador do Centro”, usando o símbolo da “corda no pescoço” para alertar sobre os riscos da reforma.

 

Mobilização, já!

Neste momento, em que o Centro desfere novos e fortes ataques contra a qualidade dos nossos cursos e ameaça diretamente os nossos empregos, a MOBILIZAÇÃO e a LUTA são o ÚNICO CAMINHO A SEGUIR!     

Reunido nesta terça, 15/9, o Conselho Diretor do Sinteps – instância que agrupa diretores de base, regionais e da Executiva – aprovou um conjunto de iniciativas que podem ser feitas pelos trabalhadores da instituição. Em breve, a direção do Sindicato fará uma “live” para ampliar o debate sobre o tema. Clique para acessar o banner da campanha e espalhe amplamente.

Reúna os colegas de trabalho, discuta as possibilidades e vamos todos à luta: 

  • Moções de vereadores e prefeitos: Em meio às eleições municipais, eles são mais “suscetíveis” às demandas da comunidade. Clique aqui para ver modelo. Ao conseguir a moção, envie-a imediatamente para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com cópia para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Carta aberta à população, para ser amplamente distribuída aos estudantes, familiares, imprensa local. Clique aqui para acessar.

 

Estudantes já estão na luta! Vamos reforçar as iniciativas deles!

Já estão circulando nas redes algumas importantes iniciativas de estudantes do Centro Paula Souza, como petições e tuitaços. Confira:

  • Petição online, criada pelo Grêmio Cinese (ETEC Lauro Gomes). Acesse e assine em https://www.peticao.online/salvem_o_etim?u=6037962&s=76541317&utm_source=whatsapp
  • Tuitaço: na noite de 15 para 16/9, o assunto já ficou entre os 10 mais tuitados. Faça também o tuíte e peça aos seus contatos para também fazerem: Sugestão de tuíte: Centro Paula Souza quer passar a boiada e acabar com os ETIMs e EM! #SalvemOETIM