Sinteps cobra novamente a direção do Centro sobre imediata suspensão de todas as atividades. Situação exige!

A direção executiva do Sinteps enviou novo ofício à Superintendência do Centro Paula Souza (Ofício 10/2020, de 18/3/2020), reivindicando veementemente, com urgência urgentíssima, sob risco de vida de nossos trabalhadores, um conjunto de medidas que estão sob a alçada da instituição.


A suspensão imediata de todas as atividades docentes e administrativas é uma delas. Confira com atenção a seguir:

 

..........................................................................

 

OFÍCIO 010/2020 – SINTEPS

São Paulo, 18 de março de 2020.

Prezada Senhora

Laura Laganá

DD. Diretora Superintendente

 

A Diretoria Executiva do Sinteps, tendo em vista OS DECRETOS DO GOVERNADOR E GARANTIA DE QUE AS AUTARQUIAS PODEM EMITIR NORMAS ESPECÍFICAS PRÓPRIAS, conforme previsto na Deliberação 1, de 17 de março de 2020 do Comitê Administrativo Extraordinário do COVID 19, temos a considerar e reivindicar:


Tendo em vista que nossas atividades não são classificadas como essenciais;


Tendo em vista que já estão em teletrabalho VÁRIOS TRABALHADORES DO CEETEPS QUE SE ENQUADRAM NAS NORMAS DO Comunicado CEETEPS 04/2020, reivindicamos veementemente, com urgência urgentíssima, sob risco de vida de nossos trabalhadores, que: 

  1. Todas as atividades docentes e administrativas sejam suspensas imediatamente;
  2. Permaneçam em sistema de rodízio (08x24) APENAS as atividades essenciais como a manutenção da vida dos animais nas escolas agrícolas;
  3. Todo o calendário escolar seja revisto, face a pandemia;
  4. Que não se obrigue a permanência de professores e funcionários nas unidades, uma vez que a maioria se utiliza de transporte público para o deslocamento trabalho-residência e vice versa;
  5. Que se reivindique do CEE suspensão imediata dos 200 dias letivos, como prevê a excepcionalidade da crise que vivenciamos no Estado de São Paulo;
  6. Que não se obrigue atividades EAD, uma vez que muitos alunos ficarão prejudicados por não terem acesso aos meios eletrônicos de comunicação;
  7. QUE OS DIAS DE QUARENTENA SEJAM CONSIDERADOS DE EFETIVO EXERCÍCIO PARA TODOS OS FINS;
  8. QUE HAJA UMA ORIENTAÇÃO ISONÔMICA PARA ETECS E FATECS EMANADAS APENAS DA SUPERINTENDÊNCIA, VISTO QUE O RUÍDO DA COMUNICAÇÃO TEM PREJUDICADO O ENTENDIMENTO DOS GESTORES DAS UNIDADES E QUE HÁ DOCENTES QUE MINISTRAM AULAS TANTO NAS ETECS QUANTO NAS FATECS. 


Aguardando acolhimento de nossas reivindicações para a proteção da saúde dos nossos trabalhadores e contribuição dessa autarquia para a contenção da circulação do vírus,

 

Silvia Elena de Lima
Presidente do SINTEPS