Reunião com Superintendência inicia discussão sobre nossas reivindicações. Categoria deve pressionar para fazer avançar

Nesta segunda-feira, 14/5, a Diretoria Executiva do Sinteps reuniu-se com a Superintendência para tratar das reivindicações dos trabalhadores do Centro Paula Souza.



Além da superintendente, Profa. Laura Laganá, estavam presentes seu vice, Prof. Luiz AntonioTozi, o chefe de gabinete Luiz Carlos Quadrelli, o coordenador técnico do URH Élio Lourenço Bolzanie aassessora de gabineteProfa. Sonia Charpentier.


Na reunião, os representantes do Sinteps expuseram os itens da pauta de reivindicações e os pontos presentes no Manifesto que circula na petição online. A discussão teve início com os pontos do Manifesto, pela oportunidade, justiça e interesse nos itens destacados. No Manifesto, o Sinteps comprovou a possibilidade de concessão de três reivindicações imediatamente, sem necessidade de mexer no orçamento do Ceeteps para 2018:  a promoção especial por titulação para o pessoal administrativo e auxiliares de docente; a igualdade de reajuste para o pessoal administrativo (de 3,5% para 7%) e o início da implantação do plano de saúde institucional para todos.


A superintendente e seu estafe disseram considerar as reivindicações “justas e sensatas”, se comprometendo a revisar os cálculos do Sinteps para verificação de que não há necessidade de suplementação de verba e conversar com o governador Márcio França para encaminhar os pedidos. Também se comprometeram a verificar junto à Procuradoria do Ceeteps a possibilidade de implantação do Auxílio Saúdena forma proposta pelo Sindicato.


O Sinteps também está solicitando uma reunião com o governador Márcio França, com o objetivo de apresentar-lhe estas reivindicações mais urgentes e o conjunto da pauta da categoria.

 

Sobre a pauta

Em relação à Pauta de Reivindicações 2018, dois pontos são de interesse imediato do Ceeteps na resolução por meio de acordo formal com o Sindicato: a atribuição de até 10 aulas diárias e a redução do interstício de 11 horas entre jornadas. Em ambos os casos, sempre a pedido do trabalhador.


Outros compromissos antes assumidos serão formalizados:

  • O de horário para os trabalhadores cursarem aperfeiçoamento em EAD nas unidades (no horário de trabalho, 1 vez por semana);
  • O pagamento em espécie do vale transporte para o pessoal estatutário, como já é de praxe em outras secretarias.

A Superintendência também afirmou que encaminhará às unidades a orientação de liberação dos trabalhadores estudantes em dias de provas, em 1 hora.


Em relação à atualização profissional, a Superintendência aceitou a sugestão de uma parceria entre o Sinteps e a Unidade de Formação Inicial e Educação Continuada (UFIEC) para oferta de alguns cursos de atualização no próprio Sindicato.


A Profa. Laura afirmou, ainda, que o previsto no Ofício 002/2018 – Ceetec/Feteps não se realizará, ou seja, a Feteps não será moeda de troca para o bônus, pelo menos não nas condições estabelecidas no ofício. Segundo a superintendente, se a Feteps for incluída no bônus, será de outra maneira e em outros prazos. Na reunião que ela terá com os diretores nos próximos dias, os detalhes serão divulgados,

 

Revisão da carreira

Os representantes do Sinteps defenderam a necessidade de revisão da carreira em vigor e expuseram as propostas da entidade, todas aprovadas no VIII Congresso da Categoria, realizado em julho de 2017: retorno da política salarial do Cruesp; implantação do plano de saúde; jornada para os docentes; fim do interstício para a promoção por titulação; fim das avaliações de desempenho para a progressão; retorno da sexta-parte; entre outras.


A Superintendência tem concordância com a necessidade de rever vários pontos da carreira, porém, sem ainda estabelecer um cronograma para as discussões. Os representantes do Sindicato lembraram a importância de iniciar esse processo, como forma de avançar na redução das desigualdades de tratamento entre professores e servidores técnico-administrativos.

 

Ampliar a petição online

Para que ninguém esqueça dos compromissos assumidos, é importante que a comunidadedo Centro Paula Souza assine maciçamenteo abaixo-assinado eletrônico organizado pelo Sinteps, para demonstrar interesse e disposição dos trabalhadores à mobilização.


O abaixo-assinado reforça o conteúdo do Manifesto (que pede o atendimento imediato da extensão da promoção especial aos administrativos e auxiliares de docentes, o reajuste de 7% para todos e o início do plano de saúde institucional) e pede agendamento de negociação com o governador. Assine e passe ao maior número de pessoas para fazerem o mesmo. O link de acesso é:

https://secure.avaaz.org/po/petition/Superintendencia_do_Centro_Paula_Souza_e_governador_Marcio_Franca_Justica_com_os_trabalhadores_do_Centro_Paula_Souza_1/share/?new

 

CDB reúne-se dia 17/5

O Conselho Diretor do Sinteps (Diretores de Base, Regionais e da Executiva) volta a se reunir no dia 17/5 para avaliar os resultados desta primeira reunião com a Superintendência e definir os indicativos a serem feitos à categoria.