Fechamento de turmas: O Centro na contramão da educação pública

Com a proximidade de novo Vestibulinho nas ETECs,o fantasma do fechamento de cursos volta a assombrar a comunidade.


Sinteps tem recebido vários e-mails e ligações de professores e funcionários preocupados com a ameaça de não abertura de turmas. Mas, por que isso acontece?


O fechamento de cursos, quase sempre em prejuízo à comunidade, aos professores e alunos, vem se tornando problema recorrente no Centro. Considerando que a instituição não investe na divulgação dos cursos das ETECs e FATECs – o que deveria ocorrer sistematicamente, pois parte da população sequer sabe que são gratuitos e de boa qualidade – e nem garante as condições necessárias para o seu bom funcionamento, não é justo que simplesmente os feche.


O requisito exigido para a abertura de turma é de, no mínimo, 1,5 candidatos/vaga. Com isso, há casos de cursos com 40, 45, 50 candidatos.... mas que não terão turmas abertas. A irresponsabilidade da Superintendência do Centro e do governo Alckmin é lamentável. Em tempos de crise econômica e desemprego, preferem fechar vagas públicas, deixar adolescentes fora da escola e sem opção para um futuro melhor.

 

Todos ao ato de 19/5

Todos os trabalhadores do Centro – professores, auxiliares docentes e administrativos – estão sendo chamados a paralisar as atividades em 19 de maio e participar de um grande ato público em São Paulo, às 14h, em frente ao Centro Paula Souza.


- Não ao fechamento de cursos!

- Queremos reajuste salarial!

- Queremos que o governo cumpra sua palavra e envie urgente projeto à Assembleia Legislativa com a equiparação salarial dos administrativos à Lei 1.080/2008!

- Queremos a extensão do enquadramento por titulação a todos os trabalhadores do Centro!

- Queremos melhorias nos benefícios e implantação do plano de saúde institucional!

- Queremos a negociação séria e imediata de todas as nossas reivindicações!

 

Discuta com os colegas e informe a decisão para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Se sua unidade decidir enviar caravana para o ato, escreva também para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. para tratar dos detalhes práticos.

 

Pauta de Reivindicações


Na Pauta 2017, temos uma reivindicação específica sobre isso:


Manutenção dos cursos nas ETECs e FATECs – O Ceeteps deverá promover a ampla divulgação (jornais, TVs, revistas, rádios, mídias sociais etc.) dos cursos, das datas de vestibular e vestibulinho, das isenções, sobre a gratuidade e qualidade de ensino nas ETECs e FATECs, proporcionando material de divulgação para as unidades, bem como recursos para o trabalho de divulgação local.


§ 1º - Os critérios para possíveis fechamentos de cursos deverão ser amplamente divulgados, ser acompanhados por um período de três anos e, neste tempo, a comunidade escolar deverá encontrar soluções para melhorar os indicadores dos cursos em acompanhamento. A decisão de fechamento do curso se dará pelo Conselho de Escola ou pela Congregação, se ETEC ou FATEC, respectivamente.


§ 2º - O papel social da escola pública deve ser o norteador para o Ceeteps no estabelecimento dos critérios de fechamento,  bem como para  os critérios de ingresso, adotando a relação 1/1 nos vestibulares e vestibulinhos e 50% +1 de concluintes.

 

Atenção: Se há ameaça de fechamento de curso na sua unidade, e a comunidade interna e externa considera que isso não deveria ocorrer, a direção do Sinteps orienta a realização de algumas iniciativas: produção de abaixo-assinado, coleta do apoio de vereadores, prefeito e deputados da região.  Caso seja esta a situação em sua unidade, informe o Sinteps pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., para mais orientações.